♫♫ Ouça o Micellipodcast! ♫♫

♫ Micelli on Blip FM ♫

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

MicellIpodcast nº 17 - 11/10/2006

Produção e Apresentação: Sylvio Micelli
Transmissão pelo
http://micelli.spaces.live.com

Retransmissão pela Rádio Torpedo
Diretor: Maurício Filho
http://www.radiotorpedo.com.br

Apoio: Portal ServidorPúblico.Net
http://www.servidorpublico.net


0 - 6'54" - Abertura do programa

Micelli fala sobre os 25 anos da MTV America e dos 16 anos da MTV Brasil

BG - Video Killed the Radio Star
Composed By Geoffrey Downes/Trevor Horn/Bruce Woolley
The Buggles - Album: The Age of Plastic - Release Date: 1980
Label: Island -
http://www.mtv.com/music/artist/buggles/artist.jhtml

Lyrics
I heard you on the wireless back in Fifty Two
Lying awake intent at tuning in on you.
If I was young it didn't stop you coming through.

Oh-a oh

They took the credit for your second symphony.
Rewritten by machine and new technology,
and now I understand the problems you can see.

Oh-a oh

I met your children
Oh-a oh

What did you tell them?
Video killed the radio star.
Video killed the radio star.

Pictures came and broke your heart.
Oh-a-a-a oh

And now we meet in an abandoned studio.
We hear the playback and it seems so long ago.
And you remember the jingles used to go.

Oh-a oh

You were the first one.
Oh-a oh

You were the last one.

Video killed the radio star.
Video killed the radio star.
In my mind and in my car, we can't rewind we've gone to far
Oh-a-aho oh,
Oh-a-aho oh

Video killed the radio star.
Video killed the radio star.

In my mind and in my car, we can't rewind we've gone to far.
Pictures came and broke your heart, put the blame on VTR.

You are a radio star.
You are a radio star.
Video killed the radio star.
Video killed the radio star.
Video killed the radio star.
Video killed the radio star.

Video killed the radio star. (You are a radio star.)


6'55" - 14'48" - Money for Nothing
Composed By Mark Knopfler/Sting
Dire Straits - Album: Brothers in Arms - Release Date: May 1985
Label: Warner Bros. -
http://www.mark-knopfler.co.uk/
Sting Official Website: http://www.sting.com/home.php

Lyrics
I wanna my MTV

Now look at them yo-yos thats the way you do it
You play the guitar on the mtv
That aint workin thats the way you do it
Money for nothin and chicks for free
Now that aint workin thats the way you do it
Lemme tell ya them guys aint dumb
Maybe get a blister on your little finger
Maybe get a blister on your thumb

We gotta install microwave ovens
Custom kitchen deliveries
We gotta move these refrigerators
We gotta move these colour tvs

See the little faggot with the earring and the makeup
Yeah buddy thats his own hair
That little faggot got his own jet airplane
That little faggot hes a millionaire

We gotta install microwave ovesns
Custom kitchens deliveries
We gotta move these refrigerators
We gotta move these colour tvs

I shoulda learned to play the guitar
I shoulda learned to play them drums
Look at that mama, she got it stickin in the camera
Man we could have some fun
And hes up there, whats that? hawaiian noises?
Bangin on the bongoes like a chimpanzee
That aint workin thats the way you do it
Get your money for nothin get your chicks for free

We gotta install microwave ovens
Custom kitchen deliveries
We gotta move these refrigerators
We gotta move these colour tvs, lord

Now that aint workin thats the way you do it
You play the guitar on the mtv
That aint workin thats the way you do it
Money for nothin and your chicks for free
Money for nothin and chicks for free

I wanna my MTV


14'49" - 19'27" - Sledgehammer
Composed By Peter Gabriel
Peter Gabriel - Album: So - Release Date: 1986
Label: Geffen -
http://www.petergabriel.com/

Lyrics
You could have a steam train
If youd just lay down your tracks
You could have an aeroplane flying
If you bring your blue sky back

All you do is call me
Ill be anything you need

You could have a big dipper
Going up and down, all around the bends
You could have a bumper car, bumping
This amusement never ends

I want to be your sledgehammer
Why dont you call my name
Oh let me be your sledgehammer
This will be my testimony
Show me round your fruitcage
cos I will be your honey bee
Open up your fruitcage
Where the fruit is as sweet as can be

I want to be your sledgehammer
Why dont you call my name
Youd better call the sledgehammer
Put your mind at rest
Im going to be-the sledgehammer
This can be my testimony
Im your sledgehammer
Let there be no doubt about it

Sledge sledge sledgehammer

Ive kicked the habit
Shed my skin
This is the new stuff
I go dancing in, we go dancing in
Oh wont you show for me
And I will show for you
Show for me, I will show for you
Yea, yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, I do mean you
Only you
Youve been coming through
Going to build that power
Build, build up that power, hey
Ive been feeding the rhythm
Ive been feeding the rhythm
Going to feel that power, build in you
Come on, come on, help me do
Yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, you
Ive been feeding the rhythm
Ive been feeding the rhythm
Its what were doing, doing
All day and night


19'28" - 22'59" - Take on Me
Composed By Magne 'Mags' Furuholmen/Morten Harket/Pål Waaktaar
A-Ha - Album: Hunting High and Low - Release Date: Jun 1985
Label: Warner Bros. -
http://www.a-ha.ppg.br/

Lyrics
Talking away
I don't know what I'm to say
I'll say it anyway
today's another day to find you
Shying away
I'll be coming for you love O.K.

Take on me
Take me on
I'll be gone
in a day or two

So needless to say I'm odds and ends
But that's me, stumbling away
Slowly learning that life is O.K.
Say after me
It's no better to be safe than sorry.

Take on me
Take me on
I'll be gone
in a day or two.

The things that you say
Is it live or just to play
My worries away
You're all the things I've got to remember
You shying away
I'll be coming for you anyway

Take on me
Take me on
I'll be gone
in a day or two

ad lib to end


23'00" - 28'49" - Thriller
Composed By Rod Temperton
Michael Jackson - Album: Thriller - Release Date: 1982
Label: Epic -
http://www.michaeljackson.com/

Lyrics
1st verse
Its close to midnight and something evils lurking in the dark
Under the moonlight you see a sight that almost stops your heart
You try to scream but terror takes the sound before you make it
You start to freeze as horror looks you right between the eyes,
Youre paralyzed

Chorus
cause this is thriller, thriller night
And no ones gonna save you from the beast about strike
You know its thriller, thriller night
Youre fighting for your life inside a killer, thriller tonight

2nd verse
You hear the door slam and realize theres nowhere left to run
You feel the cold hand and wonder if youll ever see the sun
You close your eyes and hope that this is just imagination
But all the while you hear the creature creepin up behind
Youre out of time

Chorus
cause this is thriller, thriller night
There aint no second chance against the thing with forty eyes
You know its thriller, thriller night
Youre fighting for your life inside of killer, thriller tonight

Bridge
Night creatures call
And the dead start to walk in their masquerade
Theres no escapin the jaws of the alien this time
(theyre open wide)
This is the end of your life

3rd verse
Theyre out to get you, theres demons closing in on every side
They will possess you unless you change the number on your dial
Now is the time for you and I to cuddle close together
All thru the night Ill save you from the terror on the screen,
Ill make you see
Chorus
That this is thriller, thriller night
cause I can thrill you more than any ghost would dare to try
Girl, this is thriller, thriller night
So let me hold you tight and share a killer, diller, chiller
Thriller here tonight

(rap performed by vincent price)
Darkness falls across the land
The midnite hour is close at hand
Creatures crawl in search of blood
To terrorize yawls neighbourhood
And whosoever shall be found
Without the soul for getting down
Must stand and face the hounds of hell
And rot inside a corpses shell
The foulest stench is in the air
The funk of forty thousand years
And grizzy ghouls from every tomb
Are closing in to seal your doom
And though you fight to stay alive
Your body starts to shiver
For no mere mortal can resist
The evil of the thriller

(into maniacal laugh, in deep echo)


28'50" - 42'21" - Micelli comenta sobre política e fala sobre o resultado das eleições e os próximos shows


42'22" - 46'13" - Groove Is in the Heart
Composed By Deee-Lite
Deee-Lite - Album: World Clique - Release Date: Aug 1990
Label: Elektra -
http://www.haktanir.org/deee-lite/

Lyrics
You’re going to dance
You’re going to dance
You’re going to dance
And have some fun

Dig

The chills that you spill
Up my back keep me filled
With satisfaction when we’re done
Satisfaction of what’s to come
I couldn’t ask for another (I-I-I-I)
No, I couldn’t ask for another (that’s right)
Your groove I do deeply dig
No walls only the bridge
My supper dish
My succotash wish (sing it baby)
I couldn’t ask for another (uh-huh, uh-huh)
(I-I-I-I) No, I couldn’t ask for another

Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art (astronomical)
Groove is in the hea-a-a-art (hit me!)

Watch out!

The depth of hula groove
Moves us to the tenth hoop
We’re going through too
Horten hears a who-o-o
I couldn’t ask for another (I-I-I-I)
No, I couldn’t ask for another
DJ Soul (Soul!) was on a roll
I’ve been told he can’t be sold
He’s not vicious or malicious
Just dee-lovely and delicious
I couldn’t ask for another

Someone’s in this torso (yeah)
Hot! Gotta deal you wanna know (wanna know)
Dee-Liteful truly Dee-Liteful (liteful)
Makin’ it doin’ it 'specially at show (show)
Feeling kinda high like a Hendrix haze (haze)
Music makes motion moves like a maze (maze)
All inside of me (side)
Heart especially (yeah)
Help of the rhythm where I wanna be (c’mon)
Flowin’ glowin’ with electric eyes (ha)
You dip to the dive baby you’ll realize (yeah)
Baby you’ll see the funky side of me
Baby you’ll see that rhythm is the key (hmm!)
Get get ready with it (with it)
Can’t can’t quit it (quit it)
Stomp on the stoop when I hear a funk loop (loop)
Playing Pied Piper
Follow what’s true
Baby just sing about the groove (sing it)

Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art

Blow them horns, oh lord

Groove is in the heart
1-2-3 brrrrr

Groove is in the hea-a-a-art (yeah)
Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art
Groove is in the hea-a-a-art

(laughs) C’mon, ya’ll are…(laughs) ya’ll are crazy, man


46'14" - 50'59" - Epic
Composed By Faith No More
Faith No More - Album: The Real Thing - Release Date: Jun 1989
Label: Slash -
http://www.fnm.com/

Lyrics
Can you feel it, see it, hear it today?
If you cant, then it doesnt matter anyway
You will never understand it cuz it happens too fast
And it feels so good, its like walking on glass
Its so cool, its so hip, its alright
Its so groovy, its outta sight
You can touch it, smell it, taste it so sweet
But it makes no difference cuz it knocks you off your feet
You want it all but you cant have it
Its cryin, bleedin, lying on the floor
So you lay down on it and you do it some more
Youve got to share it, so you dare it
Then you bare it and you tear it
You want it all but you cant have it
Its in your face but you cant grab it
Its alive, afraid, a lie, a sin
Its magic, its tragic, its a loss, its a win
Its dark, its moist, its a bitter pain
Its sad it happened and its a shame
You want it all but you cant have it
Its in your face but you cant grab it
What is it?
Its it
What is it? ...


51'00" - 54'01" - Right Here, Right Now
Composed By Mike Edwards
Jesus Jones - Album: Doubt - Release Date: 1991
Label: SBK -
http://www.jesusjones.com/

Lyrics
A woman on the radio talks about revolution
when it's already passed her by
but Bob Dylan didn't have this to sing about
you know it feels good to be alive

I was alive and I waited waited
I was alive and I waited for this
Right here, right now, there is no other place I want to be
Right here, right now, watching the world wake up from history

I saw the decade in, when it seemed
the world could change at the blink of an eye
And if anything
then there's your sign of the times

I was alive and I waited waited
I was alive and I waited for this
Right here, right now

I was alive and I waited waited
I was alive and I waited for this
Right here, right now, there is no other place I want to be
Right here, right now, watching the world wake up from history

Right here, right now, there is no other place I want to be
Right here, right now, watching the world wake up from history

Right here, right now, there is no other place I want to be
Right here, right now, watching the world wake up


54'02" - 59'52" - Sweet Child O' Mine
Composed By Guns N' Roses
Guns N' Roses - Album: Appetite for Destruction - Release Date: 1987
Label: Geffen -
http://www.gnronline.com/

Lyrics
She's got a smile that it seems to me
Reminds me of childhood memories
Where everything
Was as fresh as the bright blue sky

Now and then when I see her face
She takes me away to that special place
And if I stared too long
I'd probably break down and cry

Oh, oh, oh ...sweet child o' mine
Oh, oh, oh, oh ...sweet love of mine

She's got eyes of the bluest skies
As if they thought of rain
I hate to look into those eyes
And see an ounce of pain

Her hair reminds me of a warm safe place
Where as a child I'd hide
And pray for the thunder
And the rain
To quietly pass me by

Oh, oh, oh... Sweet child o' mine
Oh, oh, oh, oh ... Sweet love of mine
Oh, oh, oh... Sweet child o' mine
Oh, oh, oh, oh ... Sweet love of mine

Where do we go
Where do we go now
Where do we go
Sweet child o' mine


59'53" - 70'17" - Micelli fala sobre esportes e mais da MTV Brasil


70'18" - 74'29" - Déjà Vu
Composed By Pitty / Peu Rosa
Pitty - Album: Anacrônico - Release Date: 2005
Label: Deckdisc -
http://www.pitty.com.br/

Lyrics
Nenhuma verdade me machuca
Nenhum motivo me corrói
Até se eu ficar
Só na vontade, já não dói
Nenhuma doutrina me convence
Nenhuma resposta me satisfaz
Nem mesmo o tédio me surpreende mais

Mas eu sinto que eu tô viva
A cada banho de chuva
Que chega molhando o meu corpo nu

Nenhum sofrimento me comove
Nenhum programa me distrai
Eu ouvi promessas e isso não me atrai

E não há razão que me governe
Nenhuma lei pra me guiar
Eu tô exatamente aonde eu queria estar

Mas eu sinto que eu tô viva
A cada banho de chuva
Que chega molhando o meu corpo nu

A minha alma nem me lembro mais
Em que esquina se perdeu
Ou em que mundo se enfiou

Mas já faz algum tempo
Já faz algum tempo
Já faz algum tempo
Faz algum tempo

A minha alma nem me lembro mais
Em que esquina se perdeu
Ou em que mundo se enfiou

Mas eu não tenho pressa
Já não tenho pressa
Eu não tenho pressa
Não tenho pressa


74'30" - 78'03" - Qual É?
Composed By Marcelo D2
Marcelo D2 - Album: À Procura da Batida Perfeita - Release Date: 2003
Label: Sony-BMG -
http://www.marcelod2.com.br/

Lyrics
Ih, eu tenho algo a dizer
explicar pra você
Mas não garanto porém que engraçado eu serei dessa vez
Para os parceiros daqui
Para os parceiros de lá
Se você se porta como um homem um homem
Será que você mantém a conduta
Será que segue firme e forte na luta
Aonde os caminhos da vida vão te levar
Se você aguenta ou não
O que será será
Mas sem esse caô de que tá ruim, não dá
Isso eu já vi, vivi, venci
Deixa pra lá
Tá ruim pra você, também tá ruim pra mim
Tá ruim pra todo mundo o jogo é assim
Sem sorte no jogo, feliz no amor
Quem nasceu pra malandragem não quer ser doutor
Há 500 anos essa banca manda a vera
Abaixou a cabeça já era

Então diz
Essa onda que tu tira qual é?
Essa marra que tu tem qual é?
Tira onda com ninguém qual é? Qual é neguinho? Qual é?

Então vem, devagar no miudinho
Então vem, chega devagar no sapatinho
Malandro que sou não vou vacilar
Sou o que sou e ninguém vai me mudar
Porque eu tenho um escudo contra o vacilão
Papel e caneta e um beck na minha mão
E é isso é que é preciso
Coragem e humildade
Atitude certa na hora da verdade
E o que você precisa para evoluir
Me diz o que você precisa pra sair daí
O samba é o som e o Brasil é o lugar
O incomodado que se mude, eu to aqui pra incomodar
Ô de que lado você samba? você samba de que lado?
Na hora que o côro come é melhor ta preparado
E lembrando do Chico comecei a pensar, que eu me organizando posso desorganizar

Essa onda que tu tira qual é?
Essa marra que tu tem qual é?
Tira onda com ninguém qual é? Qual é neguinho? Qual é?
Me diz
Essa onda que tu tira qual é?
Essa marra que tu tem qual é?
Tira onda com ninguém qual é? Qual é neguinho? Qual é?

Amar como ama um black, brother
Falar como fala um black, brother
Andar como anda um black, brother
Usar sempre o complemento black, brother

Quantas vezes já cheguei no fim da festa
Quantas vezes o bagaço da laranja é o que resta
Não me dou por vencido, vejo a luz no fim do túnel
A corrente tá cerrada, como meus punhos
Vai dizer que você é um perdedor?
Daqueles que quando sua família precisa c dá no pé?
Vai dizer que você prefere o ódio ou amor?
Então me diz neguinho...Qual é?

Essa onda que tu tira qual é?
Essa marra que tu tem qual é?
Tira onda com ninguém qual é? Qual é neguinho? Qual é?
Essa onda que tu tira qual é?
Essa marra que tu tem qual é?
Tira onda com ninguém qual é? Qual é neguinho? Qual é?
Qual é? Qual é? Qual é? Qual é neguinho? Qual é?


78'04" - 82'17" - A Minha Alma
Composed By Marcelo Yuka
O Rappa - Album: Lado A Lado B - Release Date: 1999
Label: Warner -
http://www.orappa.com/

Lyrics
A minha alma tá armada e apontada para cara do sossego
Pois paz sem voz
Paz sem voz não é paz
É medo
Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
Qual a paz que eu não quero conservar pra tentar ser feliz
Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
Qual a paz que eu não quero conservar pra tentar ser feliz

A minha alma tá armada e apontada para cara do sôssego
Pois paz sem voz
Paz sem voz não é paz
É medo
Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
Qual a paz que eu não quero conservar pra tentar ser feliz
Às vezes eu falo com a vida
Às vezes é ela quem diz
Qual a paz que eu não quero conservar pra tentar ser feliz

As grades do condominio são pra trazer proteção
Mas também trazem a dúvida se não é você que ta nessa prisão.
Me abrace
E me de um beijo
Faça um filho comigo
Mas não me deixe sentar na poltrona num dia de domingo, domingo Procurando novas drogas de aluguel neste video coagido
É pela paz que eu não quero seguir admitindo
(2x)


82'18" - 90'14" - Diário De Um Detento
Composed By Jocenir - Brown
Racionais MC´s - Album: Sobrevivendo no Inferno - Release Date: 1998
Label: Cosa Nostra -
http://www.geocities.com/Athens/Agora/4383/

Lyrics
"São Paulo, dia 1º de outubro de 1992, 8h da manhã.
Aqui estou, mais um dia.
Sob o olhar sanguinário do vigia.
Você não sabe como é caminhar com a cabeça na mira de
uma HK.
Metralhadora alemã ou de Israel.
Estraçalha ladrão que nem papel.
Na muralha, em pé, mais um cidadão José.
Servindo o Estado, um PM bom.
Passa fome, metido a Charles Bronson.
Ele sabe o que eu desejo.
Sabe o que eu penso.
O dia tá chuvoso. O clima tá tenso.
Vários tentaram fugir, eu também quero.
Mas de um a cem, a minha chance é zero.
Será que Deus ouviu minha oração?
Será que o juiz aceitou a apelação?
Mando um recado lá pro meu irmão:
Se tiver usando droga, tá ruim na minha mão.
Ele ainda tá com aquela mina.
Pode crer, moleque é gente fina.
Tirei um dia a menos ou um dia a mais, sei lá...
Tanto faz, os dias são iguais.
Acendo um cigarro, vejo o dia passar.
Mato o tempo pra ele não me matar.
Homem é homem, mulher é mulher.
Estuprador é diferente, né?
Toma soco toda hora, ajoelha e beija os pés,
e sangra até morrer na rua 10.
Cada detento uma mãe, uma crença.
Cada crime uma sentença.
Cada sentença um motivo, uma história de lágrima,
sangue, vidas e glórias, abandono, miséria, ódio,
sofrimento, desprezo, desilusão, ação do tempo.
Misture bem essa química.
Pronto: eis um novo detento
Lamentos no corredor, na cela, no pátio.
Ao redor do campo, em todos os cantos.
Mas eu conheço o sistema, meu irmão, hã...
Aqui não tem santo.
Rátátátá... preciso evitar
que um safado faça minha mãe chorar.
Minha palavra de honra me protege
pra viver no país das calças bege.
Tic, tac, ainda é 9h40.
O relógio da cadeia anda em câmera lenta.
Ratatatá, mais um metrô vai passar.
Com gente de bem, apressada, católica.
Lendo jornal, satisfeita, hipócrita.
Com raiva por dentro, a caminho do Centro.
Olhando pra cá, curiosos, é lógico.
Não, não é não, não é o zoológico
Minha vida não tem tanto valor
quanto seu celular, seu computador.
Hoje, tá difícil, não saiu o sol.
Hoje não tem visita, não tem futebol.
Alguns companheiros têm a mente mais fraca.
Não suportam o tédio, arruma quiaca.
Graças a Deus e à Virgem Maria.
Faltam só um ano, três meses e uns dias.
Tem uma cela lá em cima fechada.
Desde terça-feira ninguém abre pra nada.
Só o cheiro de morte e Pinho Sol.
Um preso se enforcou com o lençol.
Qual que foi? Quem sabe? Não conta.
Ia tirar mais uns seis de ponta a ponta (...)
Nada deixa um homem mais doente
que o abandono dos parentes.
Aí moleque, me diz: então, cê qué o quê?
A vaga tá lá esperando você.
Pega todos seus artigos importados.
Seu currículo no crime e limpa o rabo.
A vida bandida é sem futuro.
Sua cara fica branca desse lado do muro.
Já ouviu falar de Lucífer?
Que veio do Inferno com moral.
Um dia... no Carandiru, não... ele é só mais um.
Comendo rango azedo com pneumonia...
Aqui tem mano de Osasco, do Jardim D'Abril, Parelheiros,
Mogi, Jardim Brasil, Bela Vista, Jardim Angela,
Heliópolis, Itapevi, Paraisópolis.
Ladrão sangue bom tem moral na quebrada.
Mas pro Estado é só um número, mais nada.
Nove pavilhões, sete mil homens.
Que custam trezentos reais por mês, cada.
Na última visita, o neguinho veio aí.
Trouxe umas frutas, Marlboro, Free...
Ligou que um pilantra lá da área voltou.
Com Kadett vermelho, placa de Salvador.
Pagando de gatão, ele xinga, ele abusa
com uma nove milímetros embaixo da blusa.
Brown: "Aí neguinho, vem cá, e os manos onde é que tá?
Lembra desse cururu que tentou me matar?"
Blue: "Aquele puta ganso, pilantra corno manso.
Ficava muito doido e deixava a mina só.
A mina era virgem e ainda era menor.
Agora faz chupeta em troca de pó!"
Brown: "Esses papos me incomoda.
Se eu tô na rua é foda..."
Blue: "É, o mundo roda, ele pode vir pra cá."
Brown: "Não, já, já, meu processo tá aí.
Eu quero mudar, eu quero sair.
Se eu trombo esse fulano, não tem pá, não tem pum.
E eu vou ter que assinar um cento e vinte e um."
Amanheceu com sol, dois de outubro.
Tudo funcionando, limpeza, jumbo.
De madrugada eu senti um calafrio.
Não era do vento, não era do frio.
Acertos de conta tem quase todo dia.
Ia ter outra logo mais, eu sabia.
Lealdade é o que todo preso tenta.
Conseguir a paz, de forma violenta.
Se um salafrário sacanear alguém,
leva ponto na cara igual Frankestein
Fumaça na janela, tem fogo na cela.
Fudeu, foi além, se pã!, tem refém.
Na maioria, se deixou envolver
por uns cinco ou seis que não têm nada a perder.
Dois ladrões considerados passaram a discutir.
Mas não imaginavam o que estaria por vir.
Traficantes, homicidas, estelionatários.
Uma maioria de moleque primário.
Era a brecha que o sistema queria.
Avise o IML, chegou o grande dia.
Depende do sim ou não de um só homem.
Que prefere ser neutro pelo telefone.
Ratatatá, caviar e champanhe.
Fleury foi almoçar, que se foda a minha mãe!
Cachorros assassinos, gás lacrimogêneo...
quem mata mais ladrão ganha medalha de prêmio!
O ser humano é descartável no Brasil.
Como modess usado ou bombril.
Cadeia? Claro que o sistema não quis.
Esconde o que a novela não diz.
Ratatatá! sangue jorra como água.
Do ouvido, da boca e nariz.
O Senhor é meu pastor...
perdoe o que seu filho fez.
Morreu de bruços no salmo 23,
sem padre, sem repórter.
sem arma, sem socorro.
Vai pegar HIV na boca do cachorro.
Cadáveres no poço, no pátio interno.
Adolf Hitler sorri no inferno!
O Robocop do governo é frio, não sente pena.
Só ódio e ri como a hiena.
Ratatatá, Fleury e sua gangue
vão nadar numa piscina de sangue.
Mas quem vai acreditar no meu depoimento?
Dia 3 de outubro, diário de um detento."


90'15" - 94'49" - Micelli encerra o programa com homenagem a Renato Russo


94'50" - 103'56" - Faroeste Cabloco
Composed By Renato Russo
Legião Urbana - Album: Que País é Este - Release Date: 1987
Label: EMI-Odeon -
http://www.legiaourbana.com.br/legiao-urbana/

Lyrics
Não tinha medo o tal João de Santo Cristo
Era o que todos diziam quando ele se perdeu
Deixou pra trás todo o marasmo da fazenda
Só pra sentir no seu sangue o ódio que Jesus lhe deu
Quando criança só pensava em ser bandido
Ainda mais quando com tiro de soldado o pai morreu
Era o terror da sertania onde morava
E na escola até o professor com ele aprendeu
Ia pra igreja só prá roubar o dinheiro
Que as velhinhas colocavam na caixinha do altar
Sentia mesmo que era mesmo diferente
Sentia que aquilo ali não era o seu lugar
Ele queria sair para ver o mar
E as coisas que ele via na televisão
Juntou dinheiro para poder viajar
E de escolha própria escolheu a solidão
Comia todas as menininhas da cidade
De tanto brincar de médico aos doze era professor
Aos quinze foi mandado pro reformatório
Onde aumentou seu ódio diante de tanto terror
Não entendia como a vida funcionava
Descriminação por causa da sua classe e sua cor
Ficou cansado de tentar achar resposta
E comprou uma passagem foi direto a Salvador
E lá chegando foi tomar um cafezinho
E encontrou um boiadeiro com quem foi falar
E o boiadeiro tinha uma passagem
Ia perder a viagem mas João foi lhe salvar:
Dizia ele - Estou indo pra Brasília
Nesse país lugar melhor não há
Tô precisando visitar a minha filha
Eu fico aqui e você vai no meu lugar
E João aceitou sua proposta
E num ônibus entrou no Planalto Central
Ele ficou bestificado com a cidade
Saindo da rodoviária viu as luzes de natal
- Meu Deus mas que cidade linda!
No Ano Novo eu começo a trabalhar
Cortar madeira aprendiz de carpinteiro
Ganhava mais de cem mil por mês em Taguatinga
Na sexta feira ia pra zona da cidade
Gastar todo o seu dinheiro de rapaz trabalhador
E conhecia muita gente interessante
Até um neto bastardo do seu bisavô
Um peruano que vivia na Bolívia
E muitas coisas trazia de lá
Seu nome era Pablo e ele dizia
Que um negócio ele ia começar
E Santo Cristo até a noite trabalhava
Mas o dinheiro não dava pra ele se alimentar
E ouvia às sete horas o noticiário
Que sempre dizia que o seu ministro ia ajudar
Mas ele não queria mais conversa
E decidiu que como Pablo ele ia se virar
Elaborou mais uma vez seu plano santo
E sem ser crucificado a plantação foi começar
Logo, logo os maluco da cidade
Souberam da novidade
- Tem bagulho bom ai!
E João de Santo Cristo ficou rico
E acabou com todos os traficantes dali
Fez amigos, freqüentava a Asa Norte
Ia prá festa de Rock prá se libertar
Mas de repente
Sob uma má influência dos boyzinho da cidade
Começou a roubar
Já no primeiro roubo ele dançou
E pro inferno ele foi pela primeira vez
Violência e estupro no seu corpo
- Vocês vão ver, eu vou pegar vocês!
Agora Santo Cristo era bandido
Destemido e temido no Distrito Federal
Não tinha nenhum medo de polícia
Capitão ou traficante de Playboy ou general
Foi quando conheceu uma menina
E de todos os seus pecados ele se arrependeu
Maria Lúcia era uma menina linda
E o coração dele prá ela o Santo Cristo prometeu
Ele dizia que queria se casar
E carpinteiro ele voltou a ser
- Maria Lúcia eu pra sempre vou te amar
E um filho com você eu quero ter
O tempo passa
E um dia vem na porta um senhor de alta classe com dinheiro na mão
E ele faz uma proposta indegorosa
E diz que espera uma resposta, uma resposta do João
- Não boto bomba em banca de jornal
E nem em colégio de criança
Isso eu não faço não
E não protejo general de dez estrelas
Que fica atrás da mesa com o cú na mão
E é melhor o senhor sair da minha casa
Nunca brinque com um peixe de ascendente escorpião
Mas antes de sair, com ódio no olhar
O velho disse:
- Você perdeu a sua vida, meu irmão!
- Você perdeu a sua vida, meu irmão!
- Você perdeu a sua vida, meu irmão!
Essas palavras vão entrar no coração!
- Eu vou sofrer as conseqüências como um cão.
Não é que o Santo Cristo estava certo
Seu futuro era incerto
E ele não foi trabalhar
Se embebedou e no meio da bebedeira
Descobriu que tinha outro trabalhando em seu lugar
Falou com Pablo que queria um parceiro

Também tinha dinheiro e queria se armar
Pablo trazia o contrabando da Bolívia
E Santo Cristo revendia em Planaltina
Mas acontece que um tal de Jeremias
Traficante de renome apareceu por lá
Ficou sabendo dos planos de Santo Cristo
E decidiu que com João ele ia acabar.
Mas Pablo trouxe uma Winchester 22
E Santo Cristo já sabia atirar
E decidiu usar a arma só depois
Que Jeremias começasse a brigar
Jeremias maconheiro sem vergonha
Organizou a Roconha e fez todo mundo dançar
Desvirginava mocinhas inocentes
E dizia que era crente mas não sabia rezar
E Santo Cristo há muito não ia pra casa
E a saudade começou a apertar
- Eu vou me embora, eu vou ver Maria Lúcia
Já tá em tempo de a gente se casar
Chegando em casa então ele chorou
E pro inferno ele foi pela segunda vez
Com Maria Lúcia Jeremias se casou
E um filho nela ele fez
Santo Cristo era só ódio pro dentro
E então o Jeremias prum duelo ele chamou
- Amanhã, as duas horas na Ceilândia
Em frente ao lote 14 que é pra lá que eu vou
E você pode escolher as suas armas
Que eu acabo com você, seu porco traidor
E mato também Maria Lúcia
Aquela menina falsa pra quem jurei o meu amor
E Santo Cristo não sabia o que fazer
Quando viu o repórter da televisão
Que deu notícia do duelo na TV
Dizendo a hora o local e a razão
No sábado, então as duas horas
Todo o povo sem demora
Foi lá só pra assistir
Um homem que atirava pelas costas
E acertou o Santo Cristo
Começou a sorrir
Sentindo o sangue na garganta
João olhou pras bandeirinhas
E o povo a aplaudir
E olhou pro sorveteiro
E pras câmeras e agentes da TV que filmava tudo ali
E se lembrou de quando era uma criança
E de tudo o que viveu até ali
E decidiu entrar de vez naquela dança
- Se via-cruis virou circo, estou aqui.
E nisso o sol cegou seus olhos
E então Maria Lúcia ele reconheceu
Ela trazia a Winchester 22
A arma que seu primo Pablo lhe deu
- Jeremias, eu sou homem. Coisa que você não é
E não atiro pelas costas, não.
Olha pra cá filha da puta sem vergonha
Dá uma olhada no meu sangue
E vem sentir o teu perdão
E Santo Cristo com a Winchester 22
Deu cinco tiros no bandido traidor
Maria Lúcia se arrependeu depois
E morreu junto com João, seu protetor
O povo declarava que João de Santo Cristo
Era santo porque sabia morrer
E a alta burguesia da cidade não acreditou na história
Que eles viram da TV
E João não conseguiu o que queria
Quando veio pra Brasília com o diabo ter
Ele queria era falar com o presidente
Pra ajudar toda essa gente que só faz
Sofrer...

Nenhum comentário: