♫♫ Ouça o Micellipodcast! ♫♫

♫ Micelli on Blip FM ♫

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Associados da Assetj aprovam pauta de reivindicações e paralisação

por Sylvio Micelli / Assetj

Conforme deliberação do conjunto das Entidades Representativas de Servidores do Judiciário, a Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Assetj) realizou, na noite dessa quinta (04), uma Assembleia Geral Extraordinária em sua sede central, na Capital.

Conforme edital publicado na Imprensa, os associados foram convocados a deliberar sobre a seguinte pauta:

1 - RATIFICAÇÃO DA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES ENCAMINHADA AO TRIBUNAL DE JUSTIÇA;


2 - INDICAÇÃO DE PARALISAÇÃO.


A Assembleia foi conduzida pelo presidente da Entidade, José Gozze. Sobre a pauta reivindicatória, a aprovação foi unânime. No que tange ao indicativo de paralisação da categoria, a aprovação foi por ampla maioria tendo apenas um voto contrário.

A decisão dos associados da Assetj será levada para a reunião de Entidades que ocorre na próxima segunda (08). Lá serão colhidas todas as decisões de assembleias de entidades e reuniões ocorridas em todo o estado. O indicativo de paralisação é dias 16 e 17 de junho mantendo-se, como determina a legislação, 30% da categoria em atividade.


Assembléia na João Mendes


A Praça João Mendes foi palco de mais uma assembleia da categoria, a exemplo do que vem ocorrendo em todo o estado. Os servidores receberam informes recentes sobre o trabalho que vem sendo feito na Campanha Salarial e aprovaram por unanimidade as duas propostas (pauta e paralisação).

Calendário da Campanha Salarial


Indeterminado - permanece, desde o dia 13 de maio, a Operação Padrão por tempo indeterminado.


08 de junho de 2009 - SEG - 14 horas - Reunião de Entidades representativas de Servidores do Judiciário na sede da Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Assetj)


OBS.: Caso você tenha algum evento referente à Campanha Salarial e queira divulgar mande as informações para imprensa@assetj.org.br.

Nenhum comentário: