♫♫ Ouça o Micellipodcast! ♫♫

♫ Micelli on Blip FM ♫

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Sem Título

por Sylvio Micelli

Muito bem... Estou ficando cada vez pior... Além de não escrever semanalmente, nem quinzenalmente tem sido possível com viagens, reuniões, jornais enfim, uma luta incessante no caso da Reforma da Previdência que, além do Governo Federal agora ataca o funcionalismo em âmbito estadual.


Mas pela letargia do Governo Lula acho até que daria para ficar quatro anos sem escrever...

Sendo jornalista, porém, devo colocar as notícias em dia. Acho que os fatos mais importantes das últimas semanas foram o caso do juiz negro no STF, contrastando com o jornalista negro do New York Times; o neo-rebelde Vice-Presidente José Alencar e o último tango de Carlos Menem. Teve ainda a derrocada corinthiana na Libertadores para minha amarga tristeza e, claro, a questão previdenciária com os rebeldes e a pantonima de Geraldo Alckmin.

Vamos, pois, aos fatos.

A cota do preconceito

A escolha de um ministro negro para fazer parte do seleto grupo do Supremo Tribunal Federal tomou grande parte da mídia. Grande bobagem para mim. A questão das cotas é o referendo máximo do preconceito. Aí, a sociedade para minimizar a consciência pesada resolve conceder uma "vaga" para o negro, para a mulher... Em breve, com a queda dos diversos muros comportamentais de nossa sociedade teremos uma vaga aos índios, aos gays e quem sabe até, aos membros do crime organizado. O mesmo ocorre com as cotas nas universidades. Um grande engôdo. O certo mesmo é que todos os cidadãos tenham iguais condições escolares, sociais, de lazer e tudo mais a que qualquer ser humano tenha direito, independente de etnia ou preferências sexuais.

O importante é saber se Joaquim Benedito Barbosa Gomes é competente. Sua raça, a mim, pouco importa. Precisamos parar com essa mania de achar que negro só deve se dedicar aos esportes ou às artes. E esse senhor indicado para o STF traz um problema de ordem conjugal, mesmo tendo seu nome aprovado pelo Senado. Ele foi acusado de bater na esposa quando seu filho era um bebê. Se a ilibada moral persistisse, já seria um ponto negativo. E a Ministra Ellen Gracie não gostou...

A mídia pouco falou sobre a história dos indicados para que a sociedade conhecesse o real valor dos mesmos. O advogado sergipano Carlos Ayres Britto é um ilustre desconhecido para a maioria dos brasileiros e o Desembargador Antonio Cezar Peluso é, para o mundo do direito paulista, um dos maiores desembargadores da história de São Paulo. Isso, porém não ganhou cores na mídia...

Como há na moeda dois lados, temos o caso de outro negro que pôs em xeque uma das maiores redes de comunicação do mundo: a New York Times Company, empresa que publica os jornais "The New York Times", "The Boston Globe", além de mais duas dezenas de jornais, emissoras de TV e rádios nos Estados Unidos.

Pois bem, o jornalista Jayson Blair, um negro de 27 anos, foi acusado formalmente de falsidade ideológica e plágio. Pelo menos metade de mais de setenta matérias analisadas que foram escritas por Blair continham personagens inexistentes, declarações fabricadas, material plagiado de outros jornais e matérias em locais que o repórter jamais esteve. É bem verdade que Blair se demitiu, mas é mais verdade que o NYT deverá rever uma série de conceitos sobre sua tara por "furos" jornalísticos. Em sua defesa, Blair disse que sofria pressões por ser jovem e negro. Enfim, a questão racial nunca será resolvida. Rola há tempos uma frase na Internet com o seguinte teor: "O mundo está virado. O maior cantor de rap [Eminem] é branco. O maior jogador de golfe [Tiger Woods] é negro". Enfim, nem Cristo salva. E olha que até com ele há o preconceito. Acho impossível ele ter sido loiro de cabelos compridos tendo nascido no Oriente Médio. Vá saber!...

Lula e o terceiro mandato de FHC

Por falar em plágio, muito curiosa a charge do jornal "Diário de São Paulo" de 21 de maio. E aí? Agora, o Lula tem que enfrentar a ira do Vice-Presidente José Alencar que, ao contrário de seu antecessor o Senador Marco Maciel, que ao longo de oito anos não importunou FHC e ainda serviu como elo para a tal da governabilidade, já vem pondo as manguinhas de fora. Alencar, empresário por excelência e vocação criticou a manutenção da estratosférica taxa de juros da economia que o Copom não quis derrubar. De que adianta o dólar e o tal do risco-país sob controle se os juros de 26,5% travam a economia? Antonio Ermírio de Moraes pediu até uma aspirina!

A verdade é que Lula tem que enfrentar, num curto espaço de tempo, muitos esqueletos vivos que o PT escondia sob a túnica da austeridade. O deputado federal João Fontes (PT/SE) em conjunto com a deputada Luciana Genro (PT/RS) divulgaram material de Lula em 1987 quando criticava tudo aquilo que está fazendo, especialmente o ex-presidente e agora aliado José Sarney. Tive a oportunidade de conhecer Fontes em recente viagem à Brasília e estive com ele num evento em Osasco e parece-me uma pessoa séria, mesmo tendo no passado um pé na ultra-direita no início de sua carreira política. Mas o material que ele divulgou prova como Lula mudou. A jornalista da Rádio Bandeirantes de São Paulo, Maria Lídia, tem por hábito alertar que o Lula antigo era o perdedor e que agora ele está maduro e, portanto, virou vencedor. Acho que o debate democrático de idéias oxigena a vida pública de uma pessoa, mas Lula e alta nobreza petista tem se contradito a cada dia no Palácio do Planalto.

O PT tem tratado os chamados radicais com a democracia avessa. Quando estava em Brasília, no último dia 15 de maio, ouvi o super Zé [José Dirceu - Ministro Chefe da Casa Civil] cunhar a expressão "centralismo democrático" para dizer qual era a conduta do PT no trato com os seus desafetos partidários. Ora, bolas! Se há centralismo, não é democrático. Se é democrático, não há centralismo. São duas coisas que não se coadunam como a água e o azeite. Aliás, Dirceu esteve em São Paulo na Assembléia Legislativa nessa semana defendendo as propostas de reforma e foi vaiado pelo funcionalismo público. Tudo muito esquisito ouvir palavras contraditórias de um cara que foi guerrilheiro do Araguaia, se bem que há controvérsias... Bom, a verdade é que o governo petista patina, o primeiro semestre está acabando, os empregos não vêm, as reformas são absurdas, em nome da governabilidade vendem-se almas ao diabo e continuo dizendo que FHC, Malan e Armínio Fraga devem estar se esborrachando de tantas risadas! Para piorar, o controvertido e abusado Movimento dos Sem Terra (MST) resolveu dar as caras. José Rainha Júnior, um dos "líderes" desta guerrilha informa que não respeitará determinações como a Medida Provisória anti-invasões e agora gostaria de saber o que o governo petista que sempre referendeu o MST, pretende fazer...

O pior de tudo é que Lula e o PT não podem "expulsar" o Vice-Presidente José Alencar do PFL. Acordo é acordo... E reproduzo aqui uma manifestação minha no Portal de jornalistas Comunique-se sobre o governo Lula: "Como o Lula pode falar se ele sequer tomou posse? Como os ministros de Lula podem falar se sequer tomaram posse? Essa história de Lulinha "paz e amor", "dar tempo ao tempo", "cercadores de presidente" etc etc etc. é conversa pra boi dormir... Não gosto do Alberto Goldman [Deputado Federal PSDB/SP], mas ele foi muito feliz em seu texto na Folha de São Paulo [24.05.2003], ao afirmar no título que a Lula "sobre carisma e falta competência". E eu entrei nessa barca furada... Juros altos, desemprego, violência e todo aquele panorama que já conhecemos, enfim nada foi alterado ! Mas estou ansioso... Quem sabe o Lula visitando o Bush, ele comece a governar ou quem sabe fiquem unidos contra o Fidel tal e qual Bush & Blair vs. Osama e Saddam... Em tempo: textos apócrifos nem merecem ser lidos. Se o autor não pode ser identificado que use a inteligência de Nelson Rodrigues ou Fernando Pessoa...".

Para encerrar o capítulo de nosso presidente "double-face", bem proveitosa as palavras do controvertido as palavras do controvertido Fernando Rodrigues na Folha de São Paulo de 21 de maio:"... o PT não sabe o que fazer... jogaram no lixo parte das convicções e colocaram quase nada no lugar" Acho que o medo vencerá a esperança!

Quem mente, nem sente

A propaganda televisiva do PT usou o bordão "a gente sente"... Aqui em São Paulo, os deputados petistas criticaram a proposta de criação de uma nova alíquota de cobrança para o custeio da aposentadoria dos servidores de 5% em projeto enviado pelo Governador Geraldo Alckmin. Eu acho que vou ficar louco depois de constatar que esquerda, direita e centro ficaram do mesmo lado da ampulheta política. O projeto é praticamente de igual teor à Reforma da Previdência encaminhada por Lula ao Congresso Nacional tendo como única pendência a taxação dos servidores aposentados. O caráter do projeto, porém, como foi informado pelo próprio Secretário Arnaldo Madeira, durante reunião com representantes de entidades do funcionalismo, é aumentar a arrecadação. Mais um pouco eu quero receber meus descontos e eles que fiquem com o meu "salário"!

O fiasco de Carandirú

Já falei e escrevi que o filme de Héctor Babenco foi decepcionante. Em Cannes não deu outra. Ele foi o último dos moicanos. O pior é ouvir jornalistas dizerem que o "azar" de Carandiru foi ter sido exibido no mesmo dia que o filme "Dogville" com a estrela Nicole Kidman, que nem levou a Palma de Ouro... Bobagem! Carandirú é ruim que dói. E o professor de cinema da Faap, José Gozze, informa que a única coisa boa que Babenco fez foi "O Beijo da Mulher Aranha" e mesmo assim, não é um filme brasileiro.

O último dos tangueiros

Carlos Saúl Menem já era. Pelo menos é o que se imagina após sua desistência de concorrer ao cargo de presidente da Argentina em segundo turno contra Néstor Kirchner. O mais engraçado dessa bagunça é que a renúncia "vazou" antes para a Imprensa e quando Menem a fez, o mundo inteiro já sabia. É o último tango do populista que achou que o país portenho era a América e quase a Argentina foi para o vinagre levando meio mundo de roldão. Um comentário: não acredito em Kirchner. Acho que Duhalde poderia ficar mais um tempinho até botar os passos no lugar!

0,6% a mais de imbecilidade

Nova análise do DNA de chimpanzés prova que eles são nossos "irmãos", afinal o DNA humano e destes símios são iguais em 99,4% da totalidade. Coitado dos chimpanzés! Devem estar tristes por terem descoberto que possuem "irmãos" 0,6% mais ignorantes, imbecis, medíocres, assassinos, destruidores... Acho que eles gostariam de estar mais próximos dos orangotangos!

Só sobrou o Santos!

O atual campeão brasileiro será o único representante tupiniquim nas semifinais da Copa Toyota Libertadores. O Corinthians, na noite dos 66.666 torcedores, entregou o jogo para o medíocre time do River Plate e foi embora da competição cujo título é o sonho meu e de 20% do país. Conseguimos ser mais fracos que o River. Começamos ganhando as duas partidas, tomamos duas viradas, perdemos dois jogadores infantilmente expulsos e o bicho-papão River, tomou de 4 do América de Cali, time colombiano. Aliás, ótima fase do futebol colombiano que até merece a final. O lance de maior emoção do Corinthians e River foi o torcedor "frango-assado" espetado nas arquibancadas do Morumbi. Os do contra me disseram que era o "São Nunca". Resta-nos torcer mais uma vez no complicado e longo campeonato brasileiro. Em tempo: que saudade do Dida!!!!!!!!!! Para finalizar: será que o Palmeiras engatou a quinta marcha rumo à primeira divisão? A conferir! Dá-lhe Saretta. Que ele repita o feito de Guga em Rolland Garros em 1997! Quanto ao Guga, bem... Tenho tanto confiança nele hoje, quanto eu tenho no Doni, goleiro do Corinthians!

O Blog do Miceli

Bom pessoal, coloquei no ar o meu blog. Para quem acha que isso tem nome de brinquedo tipo Geleca, Ploft e outras coisas, não se trata de um coaxar de sapos da Budweiser! O Blog é uma espécie de diário digital de fácil atualização onde eu tenho reproduzido e gerado notícias importantes, bem como servido de "portal" [que metido a besta!!!!!!!!] para os releases dos colegas jornalistas. Clique aqui para visitá-lo e contribuições - todas - são muito benvindas!

Texto originalmente escrito em 25/05/2003

Nenhum comentário: